All for Joomla All for Webmasters

Como conversar com as famílias e evitar atrasos no pagamento?

Quem busca manter a qualidade do ensino e da infraestrutura de uma escola sabe que os investimentos necessários para isso são muitas vezes altos. É do valor da mensalidade escolar que partem os recursos financeiros para a contratação e aprimoramento de uma equipe qualificada, para a manutenção e inovação dos espaços e equipamentos da escola e para a criação de novos projetos. Então surge aquela dúvida sobre como conversar com as famílias e evitar atrasos no pagamento?

Mesmo sendo imprescindível que escola e famílias estejam de acordo quanto a esse compromisso financeiro, os gestores escolares precisam estar preparados para lidar com situações de inadimplência. Se não realizado de forma adequada, o momento de cobrança de mensalidades atrasadas pode trazer conflitos desnecessários.

Nesse cenário, duas dicas iniciais podem ajudar a administração da escola frente a essa realidade: evitar abordagens agressivas ou pouco claras com as famílias e, sobretudo, não constranger o aluno. Lembre-se que é dos pais ou outros responsáveis legais a responsabilidade pela negociação de um pagamento não efetuado.

Além disso, manter um fluxo constante de comunicação com os pais, compartilhando práticas e inovações na escola, é uma maneira de mantê-los informados sobre os retornos concretos de seus investimentos e valorizar o trabalho de toda a equipe. Enviar avisos sobre as datas de vencimento da mensalidade também pode abrir um canal interessante de comunicação com as famílias, evitando inadimplências e tornando as cobranças uma prática mais respeitosa entre todos os envolvidos.

A CSC.educ conta com uma equipe especializada em cobrança para instituições escolares.

 

 

Comentários